Sidebar

28
Ter, Jan

 

Geral

O presidente da Câmara Municipal de Campos dos Goytacazes, Fred Machado (Cidadania), assinou, nesta sexta-feira (08), o convênio com o Arquivo Público Municipal Waldir Pinto de Carvalho que vai possibilitar a restauração de parte do acervo do jornal Monitor Campista. O ato marcou a abertura da Semana Monitor Campista, que faz parte da programação da terceira edição do Festival Doces Palavras (FDP!).

"O Monitor Campista é um importante jornal que conta a nossa história. A Câmara tem o compromisso com a preservação da cultura de história da nossa cidade e o Festival Doces Palavras traz a importância disso", disse o presidente do Legislativo.

A presidente da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima, Cristina Lima, também participou do evento. "Minhas palavras são de agradecimento à Câmara, na pessoa de seu presidente, pela iniciativa tão importante para a preservação da memória do nosso município. Está mais do que provado que a documentação do Arquivo é de interesse nacional e até internacional. Falar do Monitor Campista é falar da minha família, pois meu pai foi por décadas parte dele", afirmou.

A diretora do Arquivo Público Municipal, Rafaela Machado, falou da importância da educação patrimonial e explicou que a equipe já realizou os testes necessários para a restauração. "Como diretora do Arquivo Público Municipal, só tenho a agradecer e acrescentar que o Arquivo é o único laboratório de restauração do interior do Rio de Janeiro. Nós temos espaço equipe preparada para esse trabalho".

O acordo prevê a restauração dos nove primeiros exemplares do jornal Monitor Campista, que foi inaugurado em 1834 e fechou em 2009. A Câmara é a responsável pelo acervo que está guardado no Arquivo Público Municipal. Consultado por pesquisadores de todo o país, o periódico é de grande valor histórico no universo acadêmico.

A assinatura do termo aconteceu na inauguração da exposição sobre o Monitor Campista, realizada pela parceria, que estará aberta à população de segunda (11) à quinta-feira (14), das 8h às 17h, no foyer da Câmara.

Após a abertura do evento, foi realizada a mesa de debate com o tema “Perspectivas futuras para o Monitor Campista”, com a presença do presidente da Associação de Imprensa Campista (AIC), Wellington Cordeiro e do jornalista Vitor Menezes, e com mediação do presidente do Instituto Histórico e Geográfico de Campos, Genilson Soares.

*Por Ascom Câmara Campos