Legislativo

Após a abertura da sessão ordinária desta terça-feira (29) da Câmara de Campos, pelo presidente Marcão Gomes (Rede), o secretário municipal de Transparência e Controle, José Felipe Quintanilha, foi convidado a prestar esclarecimentos a respeito do contrato da Prefeitura de Campos com uma empresa de consultoria para aumentar a arrecadação municipal. Ele esclareceu que a empresa apenas receberá sobre o percentual do que entrar nos cofres públicos.

“Muito se discutiu ao longo dos últimos dias. Buscando ser o mais claro possível, publicamos o extrato sobre a contratação da empresa, com um percentual a ser pago e um valor máximo. Não haverá pagamento de um real a empresa se não entrar um real de credito”, explicou. O secretário ressaltou que se antecipou ao Requerimento dos vereadores Thiago Virgílio (PTC), Thiago Ferrugem (PR), Linda Mara (PTC), Josiane Morumbi (PRP), Ozéias (PSDB), Kellinho (PR) e Miguelito (PSL), solicitando explicações sobre o contrato, disponibilizando uma cópia do documento aos vereadores presentes. O Requerimento foi aprovado por unanimidade.

Também foi discutido e aprovado por unanimidade o Processo de nº 2550/2017, do vereador Genásio (PSC), requerendo copia do contrato de número 0120/2015 da Prefeitura de Campos. “Este contrato também se refere à recuperação de receitas. Porém, o valor percentual pago por esta serviço foi bem superior ao celebrado pela atual gestão”, explicou o vereador.

Durante a sessão, foram apresentados o total de 42 processos de Indicação Simples e 13 Requerimentos. Foi acolhido para tramitação o Projeto de Lei de nº 0126/2017 do vereador Cláudio Andrade (PSDC); o Projeto de Lei de nº 0127/2017 do vereador Abu (PPS); o Projeto de Lei de nº 0129/2017 do vereador Silvinho Martins (PRP); o Projeto de Lei de nº 0130/2017 do vereador Thiago Ferrugem (PR); o Projeto de Lei de nº 0128/2017 do vereador Thiago Virgílio (PTC); o Projeto de Lei de nº 0131/2017 do vereador Pastor Vanderly (PRB); o Projeto de Decreto Legislativo de nº 0132/2017 e o Projeto de Decreto Legislativo de nº 0124/2017 do vereador Genásio (PSC).

*Por Lohaynne Gregório - Ascom Câmara Campos