Parlamento Mirim

Representantes do Parlamento Mirim da Câmara Municipal de Campos participaram do debate com o tema “Maioridade Penal” promovido pelo Centro Universitário Fluminense (Uniflu), na noite desta terça-feira (19), durante sua Semana Acadêmica. 

A presidente do Parlamento Mirim, Karolina Santos de Matos, aluna da Escola Estadual Dom Otaviano de Albuquerque, e o primeiro vice-presidente Ryan Sardinha Nogueira, do Colégio Estadual João Batista de Paula Barroso, representaram seus colegas durante a mesa redonda.

No debate, Ryan se posicionou contra a redução da maioridade penal e chamou atenção para as causas que levam um adolescente à delinquência. “Acho que antes deve se pensar sobre o que leva um adolescente a roubar ou cometer outros crimes para, a partir daí se tentar resolver o problema. É preciso se preocupar como esses jovens estão hoje”, raciocinou. “Por isso, sou contra a diminuição da maioridade, pois penso que o governo deveria dar mais oportunidade aos jovens”, disse.

Já Karolina declarou-se indecisa sobre o tema, mas apresentou argumentos concisos e demonstrou preocupação com o processo de ressocialização do jovem infrator em razão do sistema carcerário.

“Estou indecisa, mas tenho argumentos contra e a favor. De um lado há o jovem de 16 anos que comete crimes e tem o direito de votar e deve assumir as responsabilidades dos seus atos. Mas, por outro lado, entendo que é uma injustiça colocar esse jovem infrator numa cela superlotada com outros detentos cruéis. Da mesma forma que ao sair da cadeia ele não teria outra coisa a fazer se não a mesma que o levou aquela prática que fez ele ir para a prisão. É preciso refletir sobre isso”,

Importância do debate – Marcelo Lessa ressaltou a importância do debate e elogiou o interesse da platéia, que lotou o auditório. “Este tema foi proposto há 20 anos e agora retornou. O que reflete uma maturidade da juventude de hoje sobre um debate que merece atenção. É importante que as pessoas saibam sobre o assunto e cada um forme sua opinião”.

Os vereadores mirins contaram com familiares na platéia. Mãe de Karolina, Sílvia Márcia Matos, falou com orgulho da filha. “Tenho muita esperança que ela continue crescendo sendo responsável”. Ryan foi acompanhado da avó, Lúcia de Fátima da Costa. “Ele sempre foi compromissado com os estudos e gosta de liderar. Fico feliz em vê-lo aqui, sou uma vó coruja”.